Mulher a comer a sua refeição pós-treino após realizar atividade física

Alimentação e exercício físico – 5 dicas que deves seguir

A alimentação equilibrada e o exercício físico são dois aliados da saúde e do bem-estar indispensáveis para um estilo de vida saudável. Para que possas potenciar a tua performance e os resultados dos teus treinos deves ter atenção à tua alimentação.

Neste artigo damos-te 5 dicas que deves seguir para te sentires bem e obteres os melhores resultados.

Alimentação completa, equilibrada e variada

  • A tua alimentação deve ser completa (contemplando todos os grupos da roda dos alimentos), equilibrada (respeitando as porções diárias recomendadas), variada (dentro de cada grupo da roda podes escolher alimentos diferentes) e sempre adaptada às tuas necessidades.

Ingestão adequada de proteína

  • Não é segredo que a proteína é um dos nutrientes-chave para obteres bons resultados. Ela é essencial para uma boa recuperação do treino e para garantir a manutenção e crescimento da massa muscular. São inúmeros os alimentos ricos em proteína que podes incluir na tua alimentação – ovos, lacticínios (de preferência magros como o skyr ou o quark), carne, peixe, tofu e leguminosas. As quantidades deverão ser ajustadas de acordo com o tipo de exercício e sobretudo for um exercício físico mais intenso.

Faz um bom pré e pós treino

  • A refeição pré-treino deve privilegiar hidratos de carbono complexos (ou de absorção lenta, como flocos de aveia, flocos de trigo sarraceno, pão integral, batata-doce cozida, etc.) e alguma proteína (ovos, lacticínios, tofu, húmus de grão, etc.) podendo ter uma quantidade maior ou menor de fibra e de gordura, consoante o tempo entre a refeição e o início do exercício. O Super Pequeno-almoço Proteico Origens Bio é uma ótima opção de pré-treino uma vez que combina proteína vegetal completa com hidratos de carbono de absorção lenta.

Caso a refeição seja mais próxima do treino convém ser de digestão mais rápida (por exemplo 1 ovo cozido e 1 banana). Claro que a composição da refeição e o tempo entre a refeição e o treino têm de ser adaptados caso a caso.

  • A refeição pós-treino deve contemplar uma boa quantidade de proteína (como whey ou batido de proteínas vegetais, omelete de claras, etc.) e de hidratos de carbono de absorção mais rápida (banana madura, farinha de banana madura, pão branco, arroz branco cozido, etc.)

Descansa horas suficientes

  • As horas de repouso são essenciais para que haja uma boa recuperação muscular e restabelecimento dos níveis de energia. Além disso, o número de horas de sono também influencia a produção hormonal bem como a regulação do apetite.

Mantém uma boa hidratação

  • São muito frequentes as lesões musculares resultantes de um baixo consumo de água. Deves ingerir diariamente quantidades adequadas de água ou infusões sem açúcar. Para saberes as tuas necessidades hídricas utiliza a fórmula: Peso (em kg) x 35ml.

Já segues estas dicas no teu dia-a-dia? Se ainda não as adotaste experimenta pô-las em prática e sente a diferença.

 

 

Artigo

Perder peso é, talvez um dos objetivos mais traçados pela população. No entanto, por falta de tempo, motivação ou conhecimento, nem sempre é fácil eliminar o peso a mais. Por isso decidimos ajudar-te com algumas dicas que fazem toda a diferença.

Artigo

Cacau e Chocolate são dois ingredientes bem diferentes, nomeadamente quanto à sua riqueza nutricional.